Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://deposita.ibict.br/handle/deposita/67
Tipo do documento: bookPart
Título: O Ensino de História e cultura indígena em Hidrolândia-CE: a Lei 11.645 de 2008 e os meios para uma descolonização da imagem do indígena
Autor: Melo, Paulo Ênio de Sousa
Resumo: O presente texto procura trazer algumas questões referentes ao ensino de história, em especial as que têm especial relação com a Lei 11.645 de 10 de março de 2008, o estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena em todas as escolas públicas e privadas do Brasil, nas modalidades de ensino fundamental e médio. O texto apresenta novas abordagens historiográficas dos últimos 30 anos sobre o reconhecimento da história e cultura indígena para a educação básica e na história do Brasil. O intuito é reconhecer os indígenas como protagonistas na história, e não somente a transmissão de imagens idílicas simplistas que reconheciam os indígenas presos a um passado distante a mercê do colonizador.
Abstract: This text seeks to bring some questions related to the teaching of history, especially those related to Law 11,645 of March 10, 2008, the study of Afro-Brazilian and indigenous history and culture in all public and private schools in the country. Brazil, in the modalities of elementary and high school. The text presents new historiographical approaches of the last 30 years about the recognition of indigenous history and culture for basic education and in the history of Brazil. The aim is to recognize indigenous peoples as protagonists in history, not just the transmission of simplistic idyllic images that recognized indigenous peoples trapped in a distant past at the mercy of the colonizer.
Este texto busca traer algunas preguntas relacionadas con la enseñanza de la historia, especialmente las relacionadas con la Ley 11.645 del 10 de marzo de 2008, el estudio de la historia y cultura afrobrasileña e indígena en todas las escuelas públicas y privadas del país. Brasil, en las modalidades de primaria y secundaria. El texto presenta nuevos enfoques historiográficos de los últimos 30 años sobre el reconocimiento de la historia y cultura indígena para la educación básica y en la historia de Brasil. El objetivo es reconocer a los pueblos indígenas como protagonistas en la historia, no solo la transmisión de imágenes idílicas simplistas que reconocen a los pueblos indígenas atrapados en un pasado lejano a merced del colonizador.
Palavras-chave: História
History
Historia
Cultura. Educação
Educação.
Culture
Education.
Cultura
Educación.
Área(s) do conhecimento: História do Brasil
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Editora SertãoCult
Citação: MELO, Paulo Ênio de Sousa. O Ensino de História e cultura indígena em Hidrolândia-CE: a Lei 11.645 de 2008 e os meios para uma descolonização da imagem do indígena. In: SANTOS, Carlos Augusto Pereira dos (Org.). Nossa gente, nossa história: o Ceará Republicano. Sobral: Sertãocult; Edições UVA, 2019. p. 119-132. Doi: 10.35260/67960258-p.119-132-2019.
Tipo de acesso: openAccess
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Identificador do documento: 10.35260/67960258-p.119-132-2019
URI: http://deposita.ibict.br/handle/deposita/67
Data de publicação: 2019
Aparece nas coleções:Nordeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
10 Nossa gente doi 10.35260 67960258 p. 119-132 2019.pdfCapítulo de livro3,19 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons

Ferramentas do administrador