Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://deposita.ibict.br/handle/deposita/80
Tipo do documento: bookPart
Título: “Se a gente fosse viver só de trabalhar pros outros a gente morria”. Memórias da Casa Grande: moradores, rendeiros e agregados na cidade de Alcântaras-CE (1907-1920)
Título(s) alternativo(s): "If we were to live just by working for others we would die." Memories of the Big House: Residents, tenants and households in the city of Alcântaras-CE (1907-1920)
"Si viviéramos solo trabajando para otros, moriríamos". Memorias de la Casa Grande: residentes, inquilinos y hogares en la ciudad de Alcântaras-CE (1907-1920)
Autor: Alcântara, Jaiana Kelly Rodrigues
Resumo: O objetivo deste estudo é perceber as memórias que existem em torno dos casarões antigos localizados na cidade de Alcântaras-CE, entendendo-os como espaços de trabalho de homens e mulheres. Identificamos que no sítio Algodões moravam pessoas de influência política desta cidade no século XX, tornando-se assim, fundamental perceber as relações existentes entre as alianças políticas e o trabalho que existia nas redondezas em torno dos casarões. Para desenvolver este estudo, foi necessário ouvir os relatos e memórias de trabalhadores, que diferiam entre moradores, rendeiros e agregados e que mantinham laços e relações com seus patrões.
Abstract: The purpose of this study is to realize the memories that exist around of the old mansions located in the city of Alcântaras-CE, understanding them as workspaces of men and women. We found that in the Algodões site lived people of political influence of this city in the twentieth century, making it essential to understand the relationships between political alliances and the work that existed around the big houses. To develop this study, it was necessary to hear the reports and memories of workers, which differed between residents, tenants and households and who maintained ties and relationships with their employers.
El propósito de este estudio es realizar los recuerdos que existen alrededor de las antiguas mansiones ubicadas en la ciudad de Alcântaras-CE, entendiéndolas como espacios de trabajo de hombres y mujeres. Descubrimos que en el sitio de Algodões vivían personas de influencia política de esta ciudad en el siglo XX, por lo que era esencial comprender las relaciones entre las alianzas políticas y el trabajo que existía en torno a las grandes casas. Para desarrollar este estudio, fue necesario escuchar los informes y recuerdos de los trabajadores, que diferían entre residentes, inquilinos y hogares y que mantenían lazos y relaciones con sus empleadores.
Palavras-chave: História
History
Historia
Educação
Cultura
Culture.
Education
Educación
Cultura
Área(s) do conhecimento: História do Brasil
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Editora SertãoCult
Citação: ALCÂNTARA, Jaiana Kelly Rodrigues. “Se a gente fosse viver só de trabalhar pros outros a gente morria”. Memórias da Casa Grande: moradores, rendeiros e agregados na cidade de Alcântaras-CE (1907-1920). In: SANTOS, Carlos Augusto Pereira dos (Org.). Nossa gente, nossa história: o Ceará Republicano. Sobral: Sertãocult; Edições UVA, 2019. p. 85-94. Doi: 10.35260/67960258-p.85-94-2019.
Tipo de acesso: openAccess
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Identificador do documento: 10.35260/67960258-p.85-94-2019
URI: http://deposita.ibict.br/handle/deposita/80
Data de publicação: 2019
Aparece nas coleções:Nordeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
7 Nossa gente doi 10.35260 67960258 p. 85-94 2019.pdfCapítulo de livro2,92 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons

Ferramentas do administrador